Teoria da Alma

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Silêncio e Wolverine

Quase não apareci por aqui durante a semana toda. Semana cheia, bastante trabalho, compromissos com minha mãe, várias coisas. Não gosto de semanas tão movimentadas assim. Sou super caseira, troco quase qualquer programa por um bom filme na tv. Gosto de ficar em casa, gosto de ficar sozinha, adoro o silêncio. Gosto de fazer o que eu quero no horário que eu quero, sem depender de ninguém, sem ter que dar satisfações. Claro que a minha vida não é 100% assim. Apesar de morar sozinha, eu tenho família!!! E quem tem família nunca vive sem dar satisfações! :)
Mas o fato de morar sozinha já é suficiente para satisfazer minha necessidade de silêncio, espaço. E aí é mais gostoso ainda ficar perto da família.
Mas apesar disso tudo, existe espaço para um amor. Não me incomodo, nunca, de dar satisfações à pessoa que eu amo, de dividir espaço e tempo, essas coisas. Aí tudo muda de figura.
Mas não estou sentindo falta disso agora, não especificamente. Fora os últimos acontecimentos, que me colocaram um pouco pra baixo, está ótimo ficar sozinha. E como eu escrevi logo depois de ir ao médico, eu preciso disso agora. Mais do que nunca. É o começo de uma vida nova, é assim que eu me sinto, mesmo não sabendo o que isso significa.
Mudando de assunto, ontem fui ver Wolverine. Não é o tipo de filme que gosto de ver, só fui mesmo porque era o filme que a pessoa com quem eu estava queria ver.
Mas sabe que eu gostei? Até me surpreendi. A história de como ele se torna o Wolverine é muito interessante! Além disso, o filme é cheio de suspense, daqueles que fazem você ficar grudado na cadeira do cinema. Vocês já foram ver? Recomendo.
Fora que, meninas, ver o Hugh Jackman como veio ao mundo é, definitivamente, um dos highlights do filme. O moço não decepciona. E olha que eu nem achava ele tudo isso. Até ontem.
posted by Karime at 00:04

2 Comments:

Ah, mas você demorou a ver que ele era "tudo isso"! Mas agora já sabe que é também "muito mais", né? rsrsrsr
Tem um filme dele com a Ashley Judd (não sei se se escreve assim), que eles são amigos, trabalham juntos numa emissora de TV e acabam se apaixonando, que é bom demais. Já assisti umas 3 vezes, mas agora me falha o nome...

14 de maio de 2009 22:51  

Lembrei-me do nome do filme: Alguém como você.

14 de maio de 2009 22:54  

Postar um comentário

<< Home