Teoria da Alma

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Ponto final.

Então resolvi colocar um ponto final. Não aqui dentro, porque essas coisas levam algum tempo. Mas resolvi não continuar esperando infinitamente um telefonema, um e-mail, uma visita, um qualquer coisa. Não é ele quem controla como eu me sinto, o que eu faço, o que eu espero. Quem controla tudo isso sou eu. EU.
Então escrevi uma carta. Dramática, sim, mas curta e grossa. Esqueça que eu existo, esqueça meus telefones, nunca mais me ligue, não me procure. Você não tem coragem pra ficar comigo, e eu sou mulher demais pra você. Então vou achar alguém que me mereça. Foi mais ou menos isso. Só, mais nada. Drama? Pode ser, pensem o que quiserem pensar, dane-se. Eu precisava disso, precisava falar isso. Em 9 anos eu NUNCA tive coragem de falar isso pra ele. Agora falei. Ele que faça com isso o que quiser. Falei e pretendo cumprir. Pela primeira vez em 9 anos, desde que eu o conheci, começo a sentir de verdade que desta vez eu coloco um ponto final nessa história. E que sim, agora posso conhecer alguém que realmente seja certo pra mim, que não tenha medo, que não minta, que queira se jogar de cabeça na vida, que me faça sentir a mulher mais amada e desejada do mundo. Agora eu estou pronta pra encontrar essa pessoa SEM compará-la ao R. Foi um e-mail, não foi por telefone, não foi pessoalmente. Mas foi a única maneira que encontrei. Pessoalmente ou por telefone como, se ele sumiu?
As feridas vão cicatrizando aos poucos. O principal eu já fiz. Tive coragem. Falei aquilo que eu sempre temi falar. Agora o tempo se encarrega do resto. Não é ??
posted by Karime at 23:34

1 Comments:

Oi Kaká, só posso te dizer: super parabéns!
Siga em frente, muita força, pois sair de um relacionamento de tanto tempo não é fácil, mesmo com todo o desgaste, mas sei que você vai ter garra e determinação pra construir sua felicidade e no futuro encontrar alguém que te dê valor.
E o blog é bom pra desabafar, desabafo escrito problema sendo exorcizado.
Beijo

25 de abril de 2009 14:10  

Postar um comentário

<< Home